Pesquisar
Close this search box.

Existe um lugar mais silencioso que o próprio silêncio, feitas de cunhas de fibra de vidro

Existe um lugar mais silencioso do que o próprio silêncio? Bem, de acordo com a escala de decibéis, usada pela ciência para avaliar a intensidade relativa do som, sim — e há até uma competição para ver qual local “ganha”. O recordista do momento, inclusive segundo o Guinness Book, é a câmara anecoica dos Laboratórios Orfield, nos Estados Unidos.

Anecoica significa “sem eco”, e, no caso do local de testes americano, considerado o mais silencioso do mundo, o nível de som fica em -24,9 decibéis — isso mesmo, negativos. Para efeitos de comparação, um sussurro humano fica em cerca de 30 decibéis. O som mais baixo que o nosso ouvido consegue detectar fica em cerca de 0 decibéis, motivo da escala “zerar” nessa marca.

O som do silêncio

Câmaras anecoicas são usadas para diversos testes, especialmente com astronautas e equipamentos espaciais (Imagem: NASA Goddard Space Flight Center/CC-BY-2.0)
Câmaras anecoicas são usadas para diversos testes, especialmente com astronautas e equipamentos espaciais (Imagem: NASA Goddard Space Flight Center/CC-BY-2.0)

Para atingir os números negativos, é preciso de um pouco de engenharia. Na sala em questão, estão posicionadas diversas cunhas de fibra de vidro por todas as paredes, teto e chão, com o objetivo de abafar qualquer onda de som que possa surgir.

Além disso, camadas grossas de tijolo e aço preenchem as paredes, e inúmeras molas separam a câmara do restante do prédio, evitando que vibrações externas consigam penetrar. Isso garante o aspecto silencioso do ambiente.

Dá até para ouvir o coração

Segundo o relato do projetista, Steven J. Orfield, e de pessoas que visitaram o local, lá é possível ouvir os próprios batimentos cardíacos, os órgãos internos trabalhando, os olhos piscando e até mesmo o fluxo de sangue subindo pelo pescoço.

A falta do eco entre quatro paredes causa uma dissonância cognitiva, ou seja, o cérebro fica confuso, já que espera efeitos físicos que não aparecem. Isso pode causar perda de equilíbrio e um intenso incômodo generalizado. Ative as legendas em português e confira um pouco da experiência no vídeo abaixo:

De acordo com Orfield, é impossível ficar na câmara por mais de meia hora sem sentir a necessidade de se sentar, e, mesmo com a ajuda de uma cadeira, poucos conseguem ficar mais do que isso no recinto.

Uma câmara parecida fica na sede da Microsoft, também nos Estados Unidos, com -20,6 decibéis. Ela era a recordista anterior, até ser desbancada por Orfield. Reformas constantes fazem ambos os locais alternarem de posição ao longo dos anos.

Mas câmaras anecoicas não existem apenas por mera curiosidade — elas são úteis para uma série de estudos e análises. Muitos fabricantes as utilizam para testar seus produtos na ausência de som de fundo, garantindo leituras precisas do som que produzem. Astronautas também costumam se preparar para o quieto som do espaço em locais como esses, únicos comparáveis ao rarefeito ar de fora da Terra.

Fonte: Smithsonian Magazine

Compartilhar

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja Também

Você já imaginou criar uma peça única e personalizada para a sua cozinha? No programa Chega Mais, exibido pela SBT…
Prós e Contras de Piscinas de Fibra de Vidro

Prós e Contras de Piscinas de Fibra de Vidro

As piscinas de fibra de vidro são uma escolha popular entre os proprietários devido a várias vantagens, mas como qualquer…
Resinas Epóxi da Redelease: A Escolha Ideal para Pisos Industriais

Resinas Epóxi da Redelease: A Escolha Ideal para Pisos Industriais

As resinas epóxi distribuídas pela Redelease têm se destacado no mercado de pisos industriais devido a suas propriedades superiores de…