Pesquisar
Close this search box.

Com um custo de apenas 5 mil libras, uma nova moto elétrica feita com fibra de carbono, o mesmo material utilizado nos carros de Fórmula 1, oferece uma autonomia de 113 km com uma única carga.

Foto: Solar Scooters

A Solar Scooters, renomada startup sediada em Londres especializada em veículos elétricos, está lançando um novo marco na indústria das motos elétricas. Batizada de E-Clipse 2.0, esta inovação promete redefinir as expectativas de desempenho tanto para pilotos urbanos quanto para os aventureiros de off-road. Com tecnologia de ponta, inspirado em carros de Fórmula 1 e na indústria aeroespacial, a E-Clipse 2.0 não é apenas uma moto; é um símbolo de excelência em mobilidade elétrica.

E-Clipse 2.0: A “motinha” elétrica que vai dominar o mundo

A E-Clipse 2.0 é uma obra-prima de engenharia leve e robusta, pesando apenas 63 kg graças ao uso inteligente de fibra de carbono tecida à mão.

Este material, conhecido por sua resistência e leveza, não só melhora o desempenho geral da moto, mas também aumenta sua eficiência energética.

Equipada com uma suspensão de longo curso e um motor elétrico de tração central que gera cerca de 17 cavalos de potência, a E-Clipse 2.0 oferece uma experiência de condução sem precedentes.

A autonomia também não é um problema para a E-Clipse 2.0.

Sua bateria de íons de lítio de 72 volts e 45 ampère-hora permite percorrer até 113 quilômetros com uma única carga, tornando-a ideal tanto para trajetos diários quanto para aventuras mais longas.

O carregamento é simples e rápido, levando apenas três horas em uma tomada doméstica padrão, garantindo que os pilotos possam estar prontos para a estrada em pouco tempo.

É segura?

Em termos de segurança e conveniência, a nova moto elétrica E-Clipse 2.0 não decepciona.

Equipada com travamento remoto e suspensão totalmente ajustável, proporciona estabilidade e controle superiores em diferentes condições de terreno.

A frenagem regenerativa não só aumenta a eficiência energética, recuperando energia durante a desaceleração, como também garante uma operação silenciosa e um controle de torque preciso, essencial para uma condução segura e confortável.

Comercialização e personalização

No site oficial da Solar Scooters, a E-Clipse 2.0 está disponível por 4.999,99 libras (aproximadamente R$ 34.145 na conversão atual), oferecendo aos consumidores cinco opções de cores e a escolha entre pneus de aro 19 ou 16.

Além disso, uma caixa de armazenamento opcional está disponível por 449 libras (cerca de R$ 3.066), permitindo que os pilotos personalizem sua moto de acordo com suas necessidades específicas.

Seria essa moto elétrica uma rival das tradicionais?

Com a E-Clipse 2.0, a Solar Scooters não apenas eleva o padrão das motocicletas elétricas, mas também demonstra um compromisso contínuo com a inovação.

Este novo modelo não só atende às demandas de desempenho e autonomia dos pilotos modernos, mas também estabelece um novo paradigma para o futuro da mobilidade elétrica.

Para aqueles que buscam uma combinação de estilo, tecnologia avançada e um desempenho excepcional, a E-Clipse 2.0 se apresenta como a escolha definitiva.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhar

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja Também

Veja a Diferença Entre as Resinas de Cura UV

Veja a Diferença Entre as Resinas de Cura UV

Estrutura do Vídeo: 00:00 – Introdução: Fernanda dá as boas-vindas e apresenta o tema do vídeo. 00:08 – Abertura: Breve…
Tempo de Vida do Porcelanato Líquido, quanto tempo dura?

Tempo de Vida do Porcelanato Líquido, quanto tempo dura?

Por Gutemberg Motta  com adaptações Neste artigo, vamos examinar detalhadamente todos os aspectos relacionados ao tempo de vida do porcelanato líquido,…
Chevrolet Corvette de 1953 foi o pioneiro entre os carros feito de fibra de vidro

Chevrolet Corvette de 1953 foi o pioneiro entre os carros feito de fibra de vidro

Foto: Divulgação internet O Chevrolet Corvette de 1953 marcou um importante marco na história automotiva ao se tornar o primeiro…